Dias assim

É que ultimamente o tempo anda meio louco e a minha vida tem acompanhado tal loucura. Amanhece ensolarado, mas logo as nuvens escuras chegam. Eu deito na cama. Não quero ver ninguém. Falar com ninguém. Desanuviar  em dias assim não é fácil.

Eu faço o que quando já não sei o que fazer? Se alguém criasse uma fórmula de desaparecimento – corpo e alma – eu compraria. Hoje eu fiquei pensando em tudo o que eu não sou. Fiquei deprimida por não enxergar algo além do nada. Não sou e não tenho em mim todos os sonhos do mundo. Eu tô no fundo. O poço fundo me é abrigo. Abrigo também mata, saca?

Caminho meio perdida. Cambaleando. Não sei pra onde ir. Não sei como ir. Devo ir? O fundo do poço é meio que um imã na minha vida. Quando dou por mim é lá que já estou.

Que as nuvens carregadas por mim passem e não me levem. Desanuviar é palavra bonita. Você não acha? Desanuviar. Espero mesmo que por aqui tudo possa desanuviar.

Anúncios

Um comentário em “Dias assim

Adicione o seu

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: