Naquele quarto escuro

abandonado-homem-em-quarto-escuro-fotografia-de-stock_csp44886690

Eram quase 2h da manhã. Ficara algumas vezes acordado até esse horário assistindo vídeos no YouTube, acessando as redes sociais… Mas nesse dia foi diferente. Não queria usar o celular, almejava apenas dormir. “Será que é querer demais? Acordar às 5h da manhã não é algo prazeroso” – pensou.

O sono não estava chegando. Também não sabia a que horas viria. Quando fechava os olhos, um turbilhão de pensamentos o inundava, tirando-lhe o sossego e o fazendo rolar na cama. E, já que o sono não dera sinal de alerta, ele desejava uma coisa. Não se tratava de nada simplório, mas de algo MUITO extraordinário. Alguns diriam: “ele está ficando louco”. Isso o fez recordar de uma cena do filme ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS:

“[…] – será que estou ficando louco? – disse o chapeleiro.

– Sim, você está completamente louco. Mas vou lhe dizer uma coisa: as melhores pessoas são assim – falou Alice. Lembrar-se desse diálogo o fez sorrir brevemente.

Naquele quarto escuro, sozinho em plena madrugada, o algo extraordinário ao qual gostaria que acontecesse era que o Criador se revelasse a ele. Sim, tipo um clarão aparecesse do nada e iluminasse todo o seu quarto, ou melhor, toda a sua alma. Ouvira algumas vezes relatos de pessoas que vivenciaram experiências com o Altíssimo, e mesmo se considerando uma criatura totalmente desprezível, adoraria o fato de Deus falar com ele. Teria tantas coisas pra perguntar, falar sobre a vida, sobre tudo o que lhe atormenta… A sensação de não encontrar respostas imediatas o angustiava.

Ele se encontrava cansado, é verdade! Não o seu físico, mas a sua alma. Porém, ainda que para uma grande maioria Deus se revelar para alguém fosse algo impossível de acontecer – talvez uma coisa fantasiosa demais -, ele ainda queria acreditar nessa possibilidade. E tinha certa certeza que esse acontecimento mudaria a sua vida – e para sempre.

Ops! Ele percebeu que o sono anunciou a sua vinda – tardia, é claro. “É o momento de fechar os olhos e permitir que ele me ‘consuma'”. Nem que fosse por um pouco de tempo. Afinal, 5h da manhã estava logo ali…

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: