Do lado de dentro

 

Pensou ter se livrado de tudo depois de ter perdoado e colocado as lembranças em um lugar profundo da mente. Achou ter perdido a chave daquilo, e enganou-se não fazer mais parte disso. “Estou livre” – iludiu-se. Às vezes ela via aquele curativo frágil, mas ignorava o que ele cobria. Por baixo do esparadrapo, a queimadura ainda ardia, inflamada e dolorida. O lugar se avermelhava e se aquecia, lá, mesmo que ela fingisse não ver, as coisas aconteciam.

Era final de outono, a cidade se lavou de um chuva que ela não viu cair, e se enfeitou de algo que ela não soube descrever, mas até o cheiro forte de incenso da rua, ou o fato de na rua escura está somente ela porque no mundo dela era ela e ela, não pareceu incomodar.

A blusa de inverno a abraçava e aquecia. Em casa ela tirava o casaco, sem ele até a respiração parecia uma ventania. Inspira e expira. Para dentro, para fora. Era o processo natural do vento voluntariamente obrigatório para manter-se viva.

O corpo e ela sentia falta dos dias verde musgo de outonos passados, onde o ar não era ventania, era brisa que entrava, que divertia. Onde o vento era só do lado de fora e vinha correndo para fazer carinho no rosto e brincar com os cabelos.

Em algum momento, porém, a falta se esvaiu, e essa falta era o curativo.

Os dias verde musgo nunca existiram, essa era apenas mais uma cor no quadro. A brisa só fazia parte da pintura. As cores coadjuvantes vieram à tona e formaram as imagens.  As cores emitiam uma luz que não iluminava, era apenas radioativa, e queimava prolongando a ferida.

Tentou lavar o corpo, mas ela não era o corpo, ela estava presa do lado de dentro, cansada demais para tentar se salvar, desacreditada demais para tentar salvar alguém.

Um elefante tomava chá na sala, e pela primeira vez em anos agora ela o via.

 

I tried to swim to the side
But my feet got caught in the middle
And I thought I’d seen the light
But oh, no
I was just stuck on the puzzle
Stuck on the puzzle

— Alex Turner

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: