Rehab

Em sonho, fui até o vale dos medos e balancei o sino da desonra.
Bradei aos quatro ventos! Exigi a presença de todos os espíritos e eles vieram, girando as chaves das minhas vergonhas, maldições, segredos e volúpias, entre suas unhas, tentáculos e garras.
Ajoelhei-me perante eles, ensaiei minha rendição. Joguei mentiras ao vento, deixei o pânico prevalecer. Meu corpo fedia. O cabelo: gosmento, o bafo: cachaça.
No cair da primeira lágrima, os monstros deslizaram entre as sombras, suas correntes alcançaram meu encalço. O relógio abraçou a meia noite, o nevoeiro decorava a humilhação.
Eles eram muitos, eles eram poderosos. E cantaram vitória e profetizaram meu acórdão e zombaram dos meu sonhos e rasgaram as minhas vestes e cuspiram no meu rosto.
O tempo talvez estivesse lá, mas só fingiu que passava.

Mas, já na beira do precipício, estando ainda de joelhos, concentrei o que restara da minha fé. Meus punhos enrijeceram, meus olhos ardiam e rareavam como bolas de fogo. Minhas pernas encarniçadas se ergueram com pujança. Bufei! Salivei! Soprei! Sussurrei! Gritei!
Com fúria marquei os encostos ao redor. Desembainhei minha espada e decapitei a todos! Um a um, sem exceção. E eles clamavam por piedade. E me ofereciam dinheiro e mulheres e fama e magia e sabedoria.
Mas estripei-os de forma vagarosa, com prazer, com louvor. Até vislumbrar o último resquício das trevas se dissipando na luz.
Uma brisa congelante escalou minha espinha, o sangue negro dos demônios borbulhou no meu rosto. Senti minha alma, perdi minhas sobrancelhas.
Prontamente ateei fogo em seus cadáveres. E retorci os chifres e quebrei os dentes e rasguei as peles e dei as carnes podres aos corvos. Limpei minha espada na bainha, caminhei em busca de fôlego e segui até os portais do novo mundo.
Dei sete passos, alguém gritou: “Viva! Eis que o mais prudente dos primogênitos renasceu!”. Então me afastei. Meus lábios formigaram, tive sede e acordei.

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: