bagunça acumulada

tarde de sábado… uma tarde esquisita – eu diria. tô ouvindo “Unwell” do Matchbox Twenty, tá caindo uma chuva fina. fiz um café e abri a janela do quarto, fico a observar o cair da tarde e o chegar da noite. hoje tá tudo estranho. parece que o nosso estranhamento de dentro é sempre compatível com o estranhamento de fora – aqui dentro eu tô confusa, triste e o dia tá estranho, meio triste, não sei.

acho que vou ver um filme, mas tô sem vontade de fazer nada. até de ver filme eu tô com preguiça. só quero terminar meu café e cair na cama e só acordar amanhã depois do meio-dia. ou talvez tenha que acordar antes – preciso fazer compras, só tenho café, cerveja e leite. hoje eu disse que ia fazer compras, mas não tive coragem de levantar da cama. pedi o almoço e nem comi – estraguei dinheiro e comida mais uma vez.

tá um silêncio aqui. eu gosto. nunca me dei bem com barulhos. quando saio no centro e fico observando a correria e o barulho da cidade só penso em chegar logo em casa. é estranho que eu procure sempre por lugares calmos sendo que por dentro eu sou barulho e correria. minha vida é uma eterna correria. meus sentimentos são apressados, meus passos rápidos demais, meu pensamento tá sempre acelerado. o silêncio acalma a caos que sou eu.

a chuva continua. o silêncio continua. acho que combina com esse silêncio um pouco de Mischa Maisky. é isso. café, tarde chuvosa e música clássica. talvez eu também devesse começar a leitura daquele livro que faz dias que tenho tentado iniciar – “O grande Gatsby” se chama, do F. Scott Fitzgerald. tenho passado as noites sem dormir e não tenho feito nada útil com meu tempo. acho que já passou da hora disso mudar – eu e meus planos de mudança. sei lá quantas vezes só essa semana eu disse que ia dar um novo rumo pra minha vida. tudo que eu digo já é conversa velha e eu não sei como inovar nessas questões. tudo se repete sempre – uma repetição fracassada e cansativa.

sempre que não sei o que tô fazendo com a minha vida digo que vou procurar um novo rumo, mas eu nunca tenho coragem. eu só tô meio perdida. quem é que não tá, né?! o ruim é que esse negócio de não saber onde se quer chegar é destrutivo demais. não sei pelo que eu tô aqui. não sei por quais coisas eu tô lutando. sabe, fico indo de um lado pra outro porque não sei o que de fato eu quero, o que de fato eu tenho vontade de abraçar.

teve uma época que eu planejava tudo e a maioria das coisas saía conforme o planejado. tudo minimamente calculado – quem me conhece hoje nem acredita nisso. sou desleixada, bagunçada, sem planos, sem rumo, sempre fazendo tudo de última hora e sempre estragando a maioria das coisas. odiava quando as coisas não seguiam o planejado, mas hoje tudo tanto faz. minha capacidade organizacional deixou de existir faz tempo. antes eu queria fazer coisas, tinha sonhos, planos… mas hoje eu já não consigo mais me apoiar nos meus sonhos – coisa que a maioria das pessoas faz. só tô lutando pra continuar viva. não me importo mais com o que vai acontecer. se eu vou terminar a faculdade, conseguir um emprego, ter uma casa, virar uma moradora de rua, alcoólatra, drogada… nada disso importa mais – um dia já importou demais. só que chega de viver de expectativas e me preocupando com cada detalhe e cada coisa que a minha vida vai se tornando. sabe quando você joga seu fone de ouvido na bolsa e ele enrola todo ficando a maior bagunça pra desenrolar? eu sempre desisto de desenrolar todo e fico usando do jeito que der… a vida é meio que isso. só que chega uma hora que não dá pra ir vivendo com toda a bagunça acumulada, você tem que parar e organizar as coisas, desatar os nós.

Um comentário em “bagunça acumulada

Adicione o seu

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: