Cuida de ti

Cuida de ti porque vem por ai dias difíceis, e na maioria deles você estará sozinha escondida entre as paredes do seu próprio eu, tentando organizar a sua bagunça interna, tirando os entulhos que você escondeu no tapete, e lavando a louça suja da visita que já foi embora. Tu tens que cuidar de ti porque você é o seu primeiro ponto de referência, o primeiro mundo que você conheceu, aquele que é sua estadia certa.

“Cuida de ti, está bem?”

Uma colega da faculdade me enviou uma mensagem com o print de uma foto antiga minha, ela me perguntou o porquê que eu não usava o cabelo como na imagem, e completou dizendo que “o pessoal do fundo agradeceria” — além de dois “Ks” adicionais. Eu lhe enviei perguntado de qual jeito que o meu cabelo incomodava mais, e depois que ela demonstrou a sua “preocupação” sobre eu ficar com raiva, ela respondeu que preso “porque ai você joga ele todo para o alto”. Eu lhe disse que passaria usar assim mais vezes, já que não estava afim de agradar.

Meu cabelo não é esse exagero todo, sabe? E sabe de outra coisa? Essas “coisinhas” mexem com a gente que é um beleza…

Eu fico pensando sobre esses assuntos, sobre o que muita gente tem que ouvir sobre coisas que não estão ao seu alcance de mudar. E então quando lhe machucam através disso e elas se olham no espelho e percebem que aquilo é o que que elas são, a sua matéria mais bruta, o diamante antes de ser lapidado; e não se aceitam, não conseguem enxergar que a visão do outro não é o reflexo do que elas são, mas a do que o outro pensa. Essa pessoa morre. Assim como eu um dia eu morri. Quem assume o seu lugar é uma outra versão, ela mesma, mas um diamante lapidado nas mãos de um ourives, afim de agradar, de ser bem visto, de ser encaixado em um brinco e…. ser vendido.

Quem lê o que eu disse para a garota pode até pensar que o que eu queria mesmo era incomodar, mas deixa eu te contar? Está bem longe disso!

Eu coloquei o celular de lado enquanto ele recebia as mensagens dela porque não queria ser impulsiva. Eu amo o meu cabelo, e agora nesse momento planejo ir todos os dias com ele preso mesmo, mas provavelmente amanhã será diferente, eu estarei mais “lúcida”, e eu prefiro o meu cabelo solto. Eu acho dolorido o sentimento que sinto ao perceber que acima de todo o amor que sinto por ele, eu preciso cuidar de mim, e escolheria ter nascido com outro mais “aceito”, se isso estivesse ao meu alcance, já que não sou masoquista de dizer que não preferiria nunca ter ouvido tudo que já ouvi, de ler o que li ou de ter usado o cabelo solto na minha infância.

Contudo essa sou eu.

E me recebo como eu sou, da forma que meus genes decidiram que eu viria ao mundo, a poesia que o meu RNA leu no meu DNA. E embora eu escolheria ter nascido com o cabelo diferente para ter me privado de algumas coisas, como isso não aconteceu, atualmente em momento algum penso em mudar a textura do meu cabelo a fim de parecer melhor aos olhos de outros.

Sabe? Você tem que se aceitar do jeito que você é porque não há proteção nenhuma que seja melhor do que essa. Quando somos nós, somos o diamante não lapidado, puro, autêntico. Na sua forma natural, com o brilho que lhe sobressai, escondido nos subterrâneos que é o seu lugar, o seu primeiro ponto de referência. Encaixado no solo do planeta, fazendo parte desse.

“Tu tens que cuidar de ti, meu bem”, porque vem por ai dias difíceis, e a sua maior certeza é que Deus (que não tem “caixinhas rotuladas” para guardar pessoas) e você estarão contigo.

Meu bem, tu sabes disso? Assim tu completas-te!

 

4 comentários em “Cuida de ti

Adicione o seu

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: