Me enxerga

Já se decepcionou com si mesma a ponto de querer sumir? Já se sentiu inútil? Já quis viver isolada em uma ilha deserta? Já teve medo de não ser boa o suficiente? Já teve medo de não ser da forma que te imaginam? Vez ou outra chegam essas perguntas. Me faz refletir sobre muita coisa. Sobre os rumos que estou dando à minha vida…

Eu já quis / quero tanta coisa. Mas falta coragem, sabe? Falta coragem e sobra medo. Eu fico aqui paralisada enquanto o tempo vai passando. Eu fico aqui presa em mim mesma enquanto lá fora a roda gira. Eu fico aqui querendo tudo e não fazendo nada. Eu fico presa no olhar do outro e esqueço de me enxergar – do meu jeito, entende? -, de me ver pelas lentes dos meus olhos e não pelas de quem me cerca.


Você tem medo de quê? Tem gente que tem medo de dizer que ama. Tem gente que tem medo de dizer que odeia. Tem gente que tem medo de amar. Tem gente que tem medo de não se formar. De não conseguir emprego. De não constituir uma família. De não ter uma casa própria. E uma infinidade de coisas mais.

Eu tenho medo de nunca me encontrar. Dizem por aí que pra se encontrar é preciso se perder. Tenho estado perdida há tanto tempo. Eu tenho medo de perder a minha essência, sabe? Tenho medo de não encontrar minha essência. Tenho medo de vacilar com quem amo. Medo de passar por essa vida e não fazer o que desejo. Eu tenho medo de ser sempre quem querem que eu seja e não quem eu quero ser.

São medos bobos, eu sei. Mas estão presentes, entende? E a cada dia que passa parece que importa mais o que o outro pensa de mim do que aquilo que eu penso sobre mim. Viver em um mundo de aparências dói.

Me olha
mas não enxerga
Me nota
mas não decifra
Me vê
mas não despe minha alma

Está comigo
mas não sente minha angústia
Me fala
mas não ouve meus gritos
Me toca
mas não me vê aos pedaços

Me abraça
mas não sente o que sinto
Me olha, me nota
Mas não enxerga minha dor

2 comentários em “Me enxerga

Adicione o seu

  1. O medo corroí a alma todos passamos por isso um dia eu passei até descobri meu amor próprio ah! o amor próprio é a melhor forma de amor ele faz a gente deixa o medo de lado e amo isso cada dia mais. O tempo para cada um dia nós é bem precioso é como encontra um tesouro perdido pode até demora mais uma dia nós encontramos.

    Curtido por 1 pessoa

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: