Instantes

Hoje esperando o ônibus me deparei com uma senhora. Uma senhora alegre. E eu me perguntava porquê ela demonstrava de forma tão sutil tanta felicidade. Sua altivez me impressionou. No decorrer da conversa ela me contou que teve câncer, tirou a mama e está fazendo outros exames, pois desconfia-se que ela possa ter outro câncer. Da forma que ela me contou nem parecia algo triste, sabe? Foi sutil.

Confesso que por alguns minutos eu senti vergonha de mim. Eu sei que não devemos comparar nossos sofrimentos, mas aquela senhora de 78 anos me fez repensar algumas coisas. E nós falávamos dessas coisas de que as pessoas estão cada vez mais desanimadas e ela me disse que sempre busca manter o ânimo, procura fazer outras coisas, coisas que a fazem se sentir bem. Ela dizia que o país está uma nojeira e que não se pode abaixar a cabeça e deixar que certas coisas nos roube de nós mesmos.

Aquela senhora ama a vida. Ela ama viver. Por mais duro que tenha sido passar por tantas coisas, ela continua amando viver. O batom vermelho. Sim, ela usa batom vermelho. Ela disse que dá uma levantada no visual. Disse que quando perdeu o cabelo por causa da quimioterapia, usava vários chapéus e lenços. Cada chapéu de uma cor para combinar com o seu batom vermelho. Ela não é de ficar cabisbaixa, ela tem seus momentos de tristeza, mas não se deixa abater tão fácil. Ela gosta de receber elogios. Ela sabe que não tem mais a mesma força de antes e por isso pede ajuda quando precisa. Ela não é orgulhosa. Ela me permitiu ajudar a carregar sua bagagem. E eu me senti honrada de poder ajudar alguém tão corajosa. Alguém que enfrentou / enfrenta tantas coisas e ainda continua de pé lutando firme e forte.

Eu fiquei encantada e envergonhada. Eu não amo a vida da forma que ela ama. Eu reclamo da vida tendo passado por quase nada e aquela senhora que passou por tanta coisa é tão apaixonada pela vida, tão grata por tudo que viveu e está vivendo. Eu não tenho a vivacidade que aquela senhora tem.

Hoje eu pude enxergar a vida de outra forma. E agradeço àquela senhora de lenço vermelho nos cabelos e alegria imensa no coração. Às vezes a gente precisa de tão pouco para recuperar o ânimo. A vida, meus caros, é feita de instantes. Que saibamos aproveitar esses instantes.

9 comentários em “Instantes

Adicione o seu

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: