Qual caos não te deixa chegar ao cais?

Em algum momento de sua vida você já se sentiu totalmente perdido e sem saber em que direção seguir? Já olhou no espelho e não se reconheceu? Já olhou pros lados e se perguntou “que merda eu tô fazendo aqui?”.

A gente percorre tantos caminhos… Vamos por uma estrada e quando achamos que estávamos indo pro lugar certo… percebemos que estamos no início de novo. Ah! mas dá uma vontade de largar tudo e seguir por outro caminho. E outro. E outro. E assim o caos não me deixa chegar ao cais.

Quantas vezes você já desistiu de coisas por pensar que não daria conta? Quantas vezes você já desistiu de coisas por acreditar que era mais fácil começar algo novo só porque tinha algumas pedras no caminho? Eu já desisto diversas vezes. Na verdade, eu sou muito boa quando o assunto é desistir. Eu sou muito boa em caminhar por estradas e não chegar ao destino. Eu sou muito boa em voltar do meio do caminho para percorrer uma nova estrada. Em algumas situações isso é bom, mas na maioria das vezes é bem ruim.

Sabe como é jogar Sonic no vídeo game e nunca passar do desafio final e ter que voltar o início da fase? Logo a gente desiste do jogo porque se torna chato. A vida é meio que isso.
Me apego fácil. Desisto fácil. Me perco fácil. Não é tão ruim, mas às vezes é tão estranho. As vezes eu não perco só coisas; perco pessoas, momentos… Do que você desistiu e hoje sente saudade? O quê que dá pra recomeçar? Uma vez ou outra eu recomeço um projeto antigo e vez ou outra eu chego até o fim, mas é tão raro.

É tudo tão estranho: outro dia escrevi algo com o título “Carta para você não desistir”. A pessoa que escreve coisas para que outras pessoas não desistam é expert na arte de desistir. É assim com os poetas também, como disse Fernando Pessoa “o poeta é um fingidor”… A gente vive fingindo as coisas. Até que ponto isso é bom? Tem algo de bom nisso?

Eu sei que você gostaria que eu continuasse esse texto e dissesse que eu superei essa coisa de ser uma boa desistente, mas não dá… essa coisa do final feliz… isso de superar, sabe? Esse não é um texto com final feliz, não é um texto onde eu conto que me livrei dos meus problemas… se você chegou até aqui, obrigada. Me desculpe também. Eu deveria escrever mais um ou dois ou três parágrafos, mas eu desisti.

2 comentários em “Qual caos não te deixa chegar ao cais?

Adicione o seu

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: