No m’importa

(Devaneio diário)

Essas três palavras conseguem reunir um intenso sentimento de liberdade, amor próprio, resiliência, autonomia e tenacidade. É uma atitude que deveria ser no mínimo motivadora para todos nós. O espírito guerreiro nosso de cada dia que nos preenche. Aos que caíram, que se levantem com uma força descomunal e prossigam. Não é um grito egoico, mas o clamor dos resistentes que não estão aqui para se conformarem com o fracasso, e que não desistem por causa de algum intempérie. É uma expressão motivadora que nos faz levantar todos os dias e seguir em frente e alcançar nossas metas com um foco rotineiro.

Simplesmente levantar, avançar e enfrentar os problemas que nos cercam. Nenhum respeito aos que desistem facilmente, aos que se conformam com a queda, aos que se vitimizam, colocando a culpa em terceiros, ao invés de assumir seus erros e se superar. Devemos ser bons para com todos, mas a ideia de sentir pena de si mesmo é menosprezável. A ideia de escorar nos outros, ser dependente dos outros, mesmo podendo desempenhar tarefas mais complicadas é algo desonroso. Ao invés de sorrisos folgados, deveria haver prantos e rostos escondidos por vil vergonha. Não pedirei que enfrentes minhas batalhas, mas que me emprestes vossa espada.

Que possa surgir homens e mulheres valentes, destemidos, e inconformados com a realidade vigente. Muitos buscam a felicidade ao invés de reconhece-la. Muitos buscam a paz em si mesmos, sem ter paz. A vida é muito breve para lamentarmos pelos cantos, se condicionar, agir como um incapaz mesmo não sendo. Geração dos que tem mesas fartas e mesmo assim sofrem na miséria.

Buscar ser diferenciado não é uma atitude de presunção, mas de transcender as próprias limitações e ser acima da média. Não é tão difícil quando há força de vontade. Não é difícil, é apenas cansativo. As barreiras muitas vezes somos nós mesmos que colocamos. Chega de conformismo, chega de autoflagelação, chega de desmotivação… Temos tudo e mesmo assim temos tão pouco. Vamos valorizar pessoas ao invés de coisas, quase tudo está fadado a destruição, o que me faz ter esperança em Deus, e crê que não estou fadado a destruição, não acaba aqui.

 

Levantem Guerreiros!

 

 

 

 

 

 

Um comentário em “No m’importa

Adicione o seu

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: