Barcos chegando ao porto #4

”Como um barco perde o rumo em alto mar, e encontra refúgio de sorte em um vento que o leva novamente para outra praia mais bela, sim nós estamos seguros, porque não estaríamos? E tudo recomeça novamente, como se o processo fosse custar muito, muito pouco”.

– Silas Moreira 

 

 

Finalizando minha primeira Saga no Prosas e Café, grato a todos que acompanharam meus textos, brevemente voltarei com os textos convencionais… 

Morte a negatividade propositalmente construída no interior de nós

É uma das variantes do egoísmo, a diferença é que ao invés de machucar os outros para obter uma glória mental momentaneamente satisfatória para agradar o ego grande e fraco, nós em uma frenesi sadista começamos a ser nosso principal inimigo, sim nós nos destruímos em vez em quando para agradar também o ego grande e fraco, porém esse se auto-flagela ao invés de canalizar em direção aos outros o ataque de ódio.

Quando você começa a pensar que o egoísmo tem apenas uma dimensão, você descobre que ele é 3D e se especializa em procurar nos agonizar da forma mais lenta e dolorida possível. Basicamente é assim, por algum motivo, mesmo o mais bobo que seja, a pessoa fica com o ego machucado e não passa por cima de ninguém, menos mal. Em contrapartida a pessoa se sente um fracassado e inútil e se torna uma pessoa tímida e reprimida. Não busca novas realizações, ultrapassar os limites, arriscar, tentar, se superar, se aventurar por aí.. Uma caverna de gelo é criada e você escolhe não sair dela. Por muitos anos eu fui esse indivíduo, muito inteligente porém frustado. Mas consegui reverter o jogo, agora quem dá as cartas sou eu, e você, vai mudar ou esperar que sua vida termine assim, sabendo que poderia ser diferente? Só depende unicamente de você. Não transfira a culpa pra ninguém.Dá pra concertar esses probleminhas com o entendimento da meta e a prática.O que com o tempo se tornará algo cotidiano e inconsciente.Procure não ficar se condicionado por causa das frustrações, mas aprender com elas e se tornar uma pessoa mais desenvolvida. Vamos aos passos que vou sugerir para para combater isso.

 

Confiança – Capacidade de entendimento de que é possível você realizar determinada coisa, você pode. Quem te impede? Você mesmo! A Confiança é algo difícil de conseguir e muito fácil de perder, na primeira dificuldade ela pode simplesmente sumir, ou também uma falsa confiança brincar contigo e depois desaparecer.É aquela bombinha de São João que dá ”Xabu” e não estoura. No entanto tudo é transitório, dá pra ser construído ou ser destruído. O melhor é ser cada vez fortificado como um castelo medieval. O guerreiro é totalmente vulnerável, ele sabe dos riscos, mas vai lá e faz e cumpre sua missão. Se falhar ele tenta de novo. Só a morte que é o limite. (Talvez nem a morte). 

Confiança é algo que deve estar em tua vida inteira, é um dos procedimentos básicos para você conseguir aquilo que você quer. É você se sentir apto para desempenhar determinada tarefa. Sentimento de capacidade + Coragem = Confiança. Experiências geram confiança, inercia covardia. Você não vai adquirir confiança sem aprender com o mundo real, na prática, colocando a mão na massa. Muitas pessoas após sofrerem frustrações se retraem, e vivem nos bastidores, não agindo mais, morrendo de medo; para tal, a confiança é o único remédio, mas não é algo fácil de conseguir, é uma mortificação costumeira do egoísmo.

 

Motivação – O que te leva á determinada coisa, os reais motivos, isso é algo bem mais reflexivo do que simplesmente ter confiança. É o segundo passo para matar e não manter a falsa compreensão de que você não pode realizar algo. Após você obter através de um processo árduo a confiança, agora é seguir em frente e subir no segundo andar. Alguém ou algo deve se tornar sua motivação. Você pode ser seu motivacional, o motivo que te leva a agir, sua família, prestigio, honra etc..  Motivação é motivo + ação, a semântica da palavra nos guia facilmente ao entendimento. Mas tome cuidado para não deixar o pessimismo tomar conta de sua reflexão através da contemplação. Sempre haverá motivos para agir. Se você tem um objetivo, a conquista já é um grande motivo. Você não saberá vencer, sem saber o que a vitória significa para você. 

O que te levou até aqui nobre guerreiro? HONRA. 

 

Estima alta – Construir uma autoestima é um processo simplificado, mas é difícil. Não é algo que se aprende de um dia por outro, mas que é desenvolvida com o tempo. E o desfecho e fruto dos passos anteriores. O que vai te levar a novas realizações e conquistas. Não se consegue ter autoestima sem ter amor próprio, sem ter orgulho do que você é, do que você faz na vida. Há inúmeras bases que desenvolvem autoestima e ela está interligada com a motivação e com a confiança, sem tais não existe fundamento para a autoestima. Não deve se sustentar em apenas uma base, pois facilmente se desmorona, exemplificando tem pessoas que gastam todas as fichas em um relacionamento, se esse pilar desmoronar por alguma contradição da vida a autoestima deste indivíduo hipotético irá embora junto. Deve haver vários pilares como prestígio social, ter amigos sinceros, ter uma namorada, ter atividades em conjunto com a família, se divertir, cuidar da saúde, conquistas, orgulho do papel profissional, bem sucedido em alguma área de conhecimento que você gosta etc.. A autoestima é o grande troféu que você recebe pela motivação e confiança. O desenvolvimento pessoal trás a autoestima.

 

 

Matrix- Psicologia de grupo

 

Matrix é um dos filmes inesquecíveis, é impossível resumir em um texto tudo o que podemos extrair dessa obra, deixo essa dica de filme para vocês. Não é um filme qualquer que você pode ignorar e fingir que não leu essa indicação, é um filme cheio de obscuridade, filosofia e referências e tiros, é claro, muitos tiros. Em paralelo a tríade Matrix não podemos nos esquecer de mencionar clube da …ta, não posso violar a segunda regra do clube e também a primeira, só quem assistiu sabe. Esse filme complementa o filme Matrix no processo de reflexão, assista primeiro o filme Matrix e depois clube da ..ta é uma das frases épicas e memoráveis que não esqueço dessa obra prima é essa:

‘’ Temos trabalhos que odiamos para comprar coisas de que não precisamos’’.

Brincadeiras a parte, o nome do filme citado acima em paralelo ao Matrix é Clube da Luta.. Sim, violei a segunda regra e agora vou te que arcar com as consequências…

O que é a Matrix?  É o comportamento de grupo, o senso comum das coisas, seguir a manada, querer se sentir melhor do que todos para impressionar alguns que não estão nem aí pra você, fazer o que não gosta só para agradar o grupo. Matrix é o gado marchando para o matadouro, muitos estão se tornando verdadeiros agentes Smith em nossa sociedade degenerada, fraca, egoísta, inútil e sem peso de legado para a História.

Não importa o quanto inteligente você seja, você vai ficar tentado a seguir a modinha da maioria. Isso explica o porquê o nazismo tinha apoio quase total da maioria dos alemães em 1935. Vivemos para agradar os outros, para seguir algum estereótipo e isso não é nada bom. Faça o que você quer fazer, e o que você gosta de fazer, não o que os outros querem que você faça, e nem faça nada para agradar determinado grupo ou se enquadrar nele. Provavelmente isso explica o porquê que a maioria dos jovens que adentram na universidade acaba seguindo determinada ideologia. Freud explica com profundidade isso em seu livro Psicologia de grupo e a analise do Ego. Muitos jovens tem abandonado as tradições regionais e seguindo a modinha supérflua e fruto de seu tempo. E ainda querem gloriar dessa mediocridade. Ainda há tempos de uma restauração senhores. Que a honra possa voltar como ideal a ser mantido e buscado ao invés de satisfazer os prazeres, mesmo o quão sujos forem.

Julgamentos, pessoas que odeiam você, críticas etc.. Não mudam nada em sua vida, não devem te desolar ou acabar com a tua autoestima. Tente transcender tudo isso e ter uma visão por cima, como a águia voando sob o campo de batalha em 1917 no ápice da I Guerra Mundial. Você se lembra do tópico sobre estratégia?  Pare de se importar com o que as pessoas pensam de você. Se a maioria é idiota, não seja idiota para agradar eles. Se a maioria faz, não necessariamente é correto. Mesmo que isso lhe custe perder a reputação. Mantenha seus princípios na ativa. Talvez você analise a opinião dos outros em terceiro plano.

Muitos caras vivem em função de mulher, de dinheiro e carro, sabe o que é isso? Matrix. Caiu na rede e está agindo como a maioria age e se achando a ultima bolacha do pacote por isso. Você não é melhor do que ninguém pelo dinheiro que possui na carteira ou pelo seu carro que é o pedaço de aço com motor. No final todos vamos morrer e vamos apodrecer debaixo de uma gélida terra, na esperança da ressurreição do último dia prometida pelo próprio Deus. E todos essencialmente somos compostos do mesmo complexo biológico, você bilionário e você mendigo são da mesma espécie. Talvez de Raças diferentes, mas isso não anula o fato de que são iguais em Ser.

Faça o que você realmente quer fazer, sem buscar aprovação de ninguém, a não ser que essa aprovação seja algo moral. Os que inovaram não pensaram no que os faladores iriam achar deles. Eu não sou contra o consumo, sou contra o consumismo que prega que a vida se resume a comprar, e que o valor das pessoas se resume as coisas materiais que ela possui. Prefiro ter como fundamento a Honra, que é uma palavra sem sentido algum nesse mundo pós-moderno. Somos uma espécie primitiva perdida no Shopping como já dizia o sábio Pondé. Basta uma crise a nível global ou uma guerra mundial para voltarmos ao estágio anterior ao mundo globalizado, industrial e tecnológico.

Que a Paz de Deus possa habitar em você; Que haja um desenvolvimento pessoal em vosso ser. Que você possa progredir para o bem.

Relaxe, deslize, e aproveite a vida.

Abraços

4 comentários em “Barcos chegando ao porto #4

Adicione o seu

  1. Para fechar bem o ano!
    Sábias palavras, nobre jovem!
    O que poderíamos fazer que não fizemos?
    Onde deveríamos estar, que não estamos?
    O que já deveria existir em nós, que não há?
    O que é confiança senão o o resultado de um ajuste interior do nosso ser…
    Para pessoas como nós, que sempre foram deixados de lado por causa da sensibilidade que temos ao que é essencial, seja no assunto, no comportamento, nos interesses e pela sina de sempre estar olhando para o lado mais profundo do que acontece a nossa volta, confiança é vital para um bom caminhar.

    Curtido por 1 pessoa

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: