Love of sages

 

 

Ela está completamente descabelada! Porém nunca esteve tão feliz. Sentada na cama, tenta prender o tão complicado gancho do sutiã. Do outro lado do quarto, de pé e renovado, ele observa a garota que tanto ama, enquanto gira a colher com açúcar na xícara quente de chá;

Quer uma ajudinha ai cara? – Disse quando percebeu que ela falhara na terceira tentativa.

Não… E cale a boca! – Ela retruca em dois tempos. Ele gostou. Na verdade, o coração dele sempre bate mais forte quando é sovado por essas falsas reações de independência.

Tudo bem então, meu amor. Mas quero te pedir uma coisa. – Ele olhava fixamente para o rosto dela, através do reflexo da TV.

O quê? – Respondeu, mas ele não realizou o pedido. Segundos depois, tentou novamente: “O que você quer?”. E ganhou um sorriso mudo.

Ele então se aproximou da cama, sentou-se por trás dela e tratou de prender o tão abusado sutiã. Ela sentiu o cheiro do chá, sabia que ele detestava chás, todavia não ousou questionar.

Tome. Preparei para ti – Disse, oferecendo a xícara a ela.

Obrigada… Duas vezes! Já imaginava que seria pra mim. Mas… me diga! O que você quer?

É simples, não vá embora agora, amor. Passe o dia comigo.

Não posso, você sabe que tenho aula. Eu preciso estudar… – Mentira! A aula era o de menos, ela pretendia ser convencida de que valeria a pena ficar ali e, talvez, repetir toda a dose da noite anterior. Só que o rapaz era bom na arte do convencimento e tudo então, aconteceu;

É fácil deduzir alguns dos tantos meios utilizados pelo amor para escorrer e transcorrer da mente para as veias e das veias para as atitudes dos apaixonados. Só quem já fez amor conhece aquela notória certeza do inesperado, delicioso e incerto, que acompanha as batidas do coração e o pulsar de cada toque. Posições para se alcançar o prazer, feições para prolonga-lo. De longe uma união de sensualidade e lascívia que sempre carrega consigo o mesmo nome popular. De perto, os experientes inteirados com o assunto, sabem que o sexo é uma palavra que define um mundo de sensações únicas.

O chá não estava no contexto apenas para dar bom dia. Era também um afrodisíaco natural. “Não se preocupe com a aula, eu te ajudo com os estudos depois. Há coisas melhores pra se aprender hoje…”, ele sussurrou bem baixinho enquanto devorava o pescoço dela, com beijos leves e quentes.

Não seja safado! Eu não acabei de beber ainda.

Ah! Não tenha pressa, querida. Não precisaremos dela pra nada hoje.

E o que você pretende fazer, hein?! – O chá já fazia efeito…

Calma, ainda é cedo. Você vai descobrir até o raiar do sol.

Ela ainda fez seu jogo doce por um tempo; fingiu um bocejar, tentou deixar a xícara sobre a cabeceira com educação, todavia sua pele não mentia – ela estava fervendo por dentro! Seu olhar exibia uma linha tênue entre paixão e vingança. No fundo, já estava louca para devolver em dobro toda provocação que recebeu.

Ele optou por deitar na cama bagunçada, ela se levantou, abanou o rosto com uma das mãos e caminhou em direção ao espelho. “Acho melhor não ir mesmo… Eu perderia muito tempo arrumando meu cabelo”, explicou-se enquanto desembaraçava. Ele, por outro lado, gargalhou;

Hahaha! Não invente desculpas. Sei que você deseja ficar aqui comigo por outro motivo.

Não é uma desculpa! – Ela interrompeu – Não precisarei dele arrumado pro que estou pretendendo fazer.

Ela retornou a cama, subiu e andou sobre ela de joelhos até alcança-lo. Em seguida, voltou a soltar o sutiã. “Vish! Acho que agora quebrei o ganchinho de vez”, murmurou. “Não se preocupe”, disse o rapaz. “Você também não precisará dele”.

Ela então sentou por cima do namorado e o beijou, ele retribuiu a vontade.

O sol logo raiou no horizonte, cortando o temperado vidro da janela.

Ela acabou descobrindo o que ele pretendia fazer desde o começo.

Da mesma forma que os experientes já conhecem o final da história…

 

 

 

Anúncios

2 comentários em “Love of sages

Adicione o seu

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: