“Cá” entre “nós”

tumblr_lv6dvsipDO1r6e2czo1_1280.jpg

Dizem as más línguas que um homem consegue ficar completamente excitado em míseros quinze segundos. Basta um contato visual, uma palavra, um cheiro, ou até umas “balançadas” extras depois de urinar, que a coisa toda sobe numa explosão, como na decolagem da Apollo 13. As mulheres por outro lado não são tão assim, digamos… simplistas! Pra coisa acontecer, é necessário que se coloque um pouco mais de “lenha” na situação. Por anos questionei o motivo pelo qual Deus fez as coisas dessa forma – enquanto o processo feminino é tão lento e delicado, como cortar árvores com machados, os machos, por outro lado, possuem um disparador de mísseis entre as pernas, capaz de lavar a floresta amazônica inteira.

Nessa discussão é necessário ser levado em conta o fato de que, diferente dos homens, as mulheres não trabalham com extremos, não são precipitadas e muito menos rotineiras. Tudo sempre depende do momento! E é dever masculino interpretar o que está favorável ou não. Não é todo dia que elas estão a fim de falar sobre amor (apesar gostarem da ideia de serem amadas). Não vai ser todo dia que elas falarão de carinho (apesar duma boa atenção, ser um dos itens essenciais da conquista). E também não será todo dia que elas farão questão de falar sobre sexo (apesar de serem loucas por parceiros bons de cama). Talvez por isso a natureza tenha sido gentil com os homens (diferente do que diz a crença popular), dando a nós, por meio dessa reação impulsiva, uma espécie preparação imediata para qualquer situação.

Um exemplo prático? Coloque um casal de desconhecidos para conversar. Uma garota inteligente e envolvida num dia-dia repleto de elementos fascinantes. Ao lado, um rapaz que sabe ouvir, sabe se expressar e que, principalmente, sabe se impor da maneira certa. Dentro de alguns minutos, note que uma vez sentido o “cheiro” dos assuntos no ar, o rapaz se enquadrará rapidamente ao clima da conversa e logo a coisa caminha de forma positiva. Os homens experientes conhecem a linha tênue entre ser direto e perseverante, quiça nem sentem nos tais quinze segundos.

É bem presumível que, em alguns casos, um macho de boa lábia – desses que conseguem filtrar toda atenção possível de uma guria sem entendia-la no processo –, não necessariamente pratique seu dom porque é mal, safado ou “pegador“. Ele pratica de maneira natural, pois está completamente acostumado com o processo. Já está, como dizem, “na veia“, todas a destreza de ser rápido, divertido, interessante e envolvente, tudo por experiência de vida e não por um suposto fetiche de levar um número ilimitado de mulheres para a cama – ainda que existam muitas garotas que só pensam em dormir com um cara desse tipo, toda noite.

A inata habilidade masculina de reagir no primeiro contato com alguém do sexo oposto é uma atividade que muitos consideram suspeita, todavia não podemos descartar a chance disso ter sido um presente direto dos céus. Convenhamos! Um olhar que pare o tempo, uma palavra que desmonte argumentos, uma atitude que convença, ou um pênis que não broche, é um pouco de tudo que a alma feminina espera quando diz: “por favor, me surpreenda“.

Por isso, meus caros amigos, busquem trabalhar a sagacidade e agilidade para que tudo ocorra bem nas atitudes mais simples. Lembrem-se que na vida, só as garotinhas juvenis priorizam a aparência. Seu caráter, quem você for de verdade, é e sempre será para as mulheres, o equivalente ao seu nível de talento.

De resto… Não existem segredos. Apenas faça os segundos valerem a pena.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: