Permita

“Tempo por favor leva a minha dor, deixa o meu amor… ”

E como já diz essa música, tudo que queremos é que o tempo leve a dor, que ela suma o mais o rápido possível e na manhã seguinte tudo esteja lindo, mas por que não se permitir sentir?
Deixe doer, não vai matar, sinta a solidão, a fragilidade que vai parecer que você irá quebrar, mas acredite em mim, você vai permanecer inteiro e mais forte. Mas leitor, não estou dizendo pra você entrar em depressão no quarto, só vendo filme e comendo chocolate, (mesmo que a parte do chocolate seja tentadora) eu quero que você se permita sentir.
Sentir, uma palavra tão pequena com um significado tão grande, é difícil se permitir sentir quando tudo o que você quer é que a dor passe o mais rápido possível e que ao acordar, toda lembrança ruim seja apenas sombra. Eu já quis isso, que tudo fosse lembrança, como um sonho ruim. Entretanto, aprendi que sonho ruim não ensina, não faz sentir e doer, não trás mudanças.
E como continua a própria música,  “que tudo siga em paz”, siga sempre com a paz, sabendo que já se permitiu sentir, já chorou, gritou desabou e principalmente mudou, e depois de tudo isso, você seguiu e foi a melhor coisa a se fazer.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: