Rota 517

Walking Walk.jpg

Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!

2 Coríntios 5:17

 

A estrada é de terra, ou pelo menos árida e empoeirada o bastante para apagar o asfalto, isso se for possível existir asfalto por aqui. O vento quente destrói o meu cabelo e elimina rapidamente todas as minhas pegadas, mostrando-me que para a natureza (ou para o dono dela), tudo é passageiro, irrelevante e será apagado! Independente de quem utilize este trajeto. Irônico… Meu coração está na mesma situação: tudo é indiferente, nada é capaz de deixar verdadeiras marcas. Pra ser sincero, jamais imaginei que uma estrada vazia seria a metáfora perfeita.

Ao fundo, por trás dos mais distantes dos montes, noto trechos e detalhes de músicas urbanas que atravessam as incontáveis milhas ou léguas. Melodias confusas que permeiam o além, provas fatalistas da maldita rotina – Pô! hoje é só mais um dia! Em mais uma comunidade tola, de grupos e pessoas que dançam e brincam enquanto o mundo está a dois passos do abismo. Por aqui, não há amigos, caronas, casas, ou qualquer conjunto capaz de formar o sinônimo de vida.

Cada gota de suor leva consigo um pecado particular. Problema gravíssimo! Pois enquanto não chego, serei obrigado a reviver cada um deles. A mente de um homem não é capaz de enterrar elementos do passado, podemos talvez, com muito esforço, estender cortinas que adulteram as lembranças, todavia na presença da luz, nenhuma cortina é capaz de omitir a face mais obscura dos segredos. E a luz do sol estava lá para ferver meu cérebro e queimar a tristeza no olhar. No bolso algumas moedas balançam, uma voz confusa ecoa na mente, era algum tipo de imagem, estampada e seminu, coisas sem sentido e todo aquele velho preço de quem pensa diferente.

Peregrinei com ardor, estendi-me por tão longe imaginando que poderia dar a vida um rumo diferente. Evidentemente falhei na missão, vi que nada era tão simples e que a simplicidade jamais seria a solução. Morreria com esse pensamento, se a ironia não atacasse novamente, revirando meu universo interior…

Finalmente, toda loucura levou o tempo necessário para obter o senso de piedade dos céus… O inesperado apareceu na forma de um belo trovão atravessando o além. Tive então, a certeza de que havia conseguido. A luz se apagou quando o sol se escondeu, as cortinas da alma voltaram a esconder minhas feridas. As nuvens se estenderam pelo infinito e não demoraram para retalhar o horizonte. A chuva caia de maneira programada, as águas fluíam num tom proveniente. Olhei para o chão, vi que a terra perdeu o seu lugar e a poeira revelara o asfalto da estrada, rota que, porventura chegava ao seu fim.

É doloroso saber que o destino adquiriu o prazer de eliminar até mesmo a mais belas das minhas metáforas… A tempestade foi clinicamente passageira, o suficiente para assassinar, exclusivamente, minha epifania. Acordei já estando acordado, sorri e relembrei que ainda tenho muito tempo de vida.

Viver é complicado… Há coisas que vêm, há pessoas que se vão, no fundo quase nada disso realmente importa. O passado só possui significância quando o veneramos. Deus com seu jeito engraçado de influenciar a vida, mostrou-me a cor e o gosto do fundo do poço, detalhou um pouco de todo o pior que já fiz, para depois me lavar e limpar; renovar os meus pensamentos e consequentemente minha alma. Toda uma vida foi batizada e transformada em questão de minutos, sem cronômetros ou rezas especiais.

Eu acho que a redenção alcança a quem deseja.

Meu coração agora espera, por novas pegadas, ou melhor: por uma nova metáfora…

3 comentários em “Rota 517

Adicione o seu

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: