Apenas mais um pedaço da paisagem

 

depression-self-portraits-photography-edward-honaker-4

Na terra onde o sol nasce todos os dias, incansavelmente redondo, os fulanos saem de suas casas, as portas se trancam, todos se encontram. No aconchego áspero das estações de trem é possível sentir o frio exalando dos corpos, as almas endurecidas, o fel escorrendo dos lábios sem cor, a vida que morre nos trilhos, equinas, palavras, buzinas, e o som de algo mais germinando entre as rachaduras do concreto .

Nós, que já esquecemos o sabor açaí da bondade, vagamos em direção ao futuro sem saber o porquê,  e na constante filosófica: ´´os fins justificam os meios“, de tanto enfrentar Bicho Papão, viramos Bicho Papão.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: