O último suspiro de novembro

flores-lirio-rosa-wallpaperEras tão pouco,
e do pouco que havia
restara o silêncio.

A grafia cor-de-rosa em minha mesa se apagou…

Ali ficou apenas uma sombra, mancha,
se como as bombas de ataque nuclear deixavam?
Não sei, afinal era tão pouco,
e do pouco que havia
não pudeste tirar, amor, sorriso.

Tu que eras tão breve,
leve lágrima de amor,
caíste em terra.
Tu, que eras semente,
e da semente sufocou-se o fruto,
e do teu fruto, da semente à flor

3 comentários em “O último suspiro de novembro

Adicione o seu

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: